ABAR prestigia posse de diretores Hélvio Guerra e Ricardo Tili na Aneel

87
Raimundo Ribeiro (Adasa) representou a ABAR na posse dos novos diretores da Aneel / Foto: Adasa

Os diretores da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) Hélvio Neves Guerra e Ricardo Lavorato Tili tomaram posse na quinta-feira (2/6), em cerimônia que contou com a presença da ABAR (Associação Brasileira de Agências de Regulação). A entidade foi representada pelo diretor presidente da Adasa (Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal), Raimundo Ribeiro. “É um prazer enorme estar aqui nessa solenidade, prestigiando o Hélvio e o Ricardo, representando não apenas a Adasa, mas também a ABAR, haja vista a ausência involuntária do presidente Vinícius Benevides”, destacou Ribeiro.

A diretora-geral substituta da Aneel, Camila Bomfim, animou Guerra e Tili sobre as mudanças em curso no fornecimento de energia elétrica. “Como é fascinante pensar no futuro do setor elétrico, em todas as inovações que batem a nossa porta! Precisamos permanecer unidos, valorizando nosso corpo técnico e diretivo”, estimulou a diretora, que destacou a diversidade de opiniões como uma das principais qualidades do colegiado.

Representado na cerimônia pelo secretário executivo adjunto do Ministério de Minas e Energia (MME), José Roberto Bueno Júnior, o ministro Adolfo Sachsida enviou um vídeo parabenizando os novos diretores da ANEEL e desejando sucesso. De acordo com Sachsida, os dois encontrarão um panorama com muitas oportunidades de transformação.

“Vivenciamos um acelerado processo de transição energética, impulsionado pela descarbonização da matriz, pela descentralização da geração de energia, pelo empoderamento do consumidor e pela digitalização. Esses temas exigem um setor elétrico mais moderno e aumentam os desafios impostos aos tomadores de decisão”, ressaltou o ministro na mensagem de boas-vindas registrada em vídeo. “Trabalhamos pela consolidação do setor elétrico e do Brasil como um porto seguro para os investimentos privados, com foco na implementação no processo de modernização do setor elétrico brasileiro, para que cada vez mais possamos enxergar que o futuro é aqui”, completou Sachsida.

Ricardo Tili abordou em seu discurso a trajetória construída no setor e relatou sua paixão pelas questões relacionadas ao fornecimento de energia, essencial para todos os brasileiros. “O compromisso que assumo hoje é o de buscar, incansavelmente, a promoção de um serviço de energia elétrica com a qualidade que o consumidor brasileiro merece, trabalhando com afinco junto ao Ministério de Minas e Energia, ao Parlamento brasileiro, aos agentes do setor e à sociedade”, afirmou o diretor.

Diretor da ANEEL desde novembro de 2020, reconduzido ao cargo, Hélvio Guerra enfocou em seu pronunciamento os valores fundamentais da Agência, dando destaque ao equilíbrio, que considera o eixo da atuação da autarquia. Na ocasião, Guerra renovou o compromisso de trabalhar para que a Agência cumpra a missão de atuar para o equilíbrio dos agentes e em benefício da sociedade. ”Precisamos estar perseguindo sempre o equilíbrio das decisões, a autonomia da agência, o respeito às pessoas, aos agentes ao e ao Poder Concedente”, frisou.

Além de Guerra e Tili, outros três diretores foram nomeados pelo presidente da República, em abril de 2022, e serão empossados este ano na ANEEL: Sandoval Feitosa , como diretor-geral da Agência, com mandato a partir de 14 de agosto; Fernando Luiz Mosna, como diretor, diretor, a partir de 14 de agosto; e Agnes Maria de Aragão da Costa, como diretora, a partir de 3 de dezembro.

Com informações da ADASA e da ANEEL.