ABAR participará de evento sobre Diagnóstico Nacional do Consumidor

85

Pesquisa realizada pela Fipe para o Ministério Público de Minas Gerais mapeia condutas abusivas durante a pandemia no Brasil e será apresentada na sexta-feira, 11/6, aos integrantes do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor.

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio do Procon-MG, realiza na próxima sexta-feira (11/6), das 14h às 16h30, o evento “Diagnóstico Nacional do Consumidor: Apresentação Quantitativa e Qualitativa da Pesquisa Realizada pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisa Econômica)”, cujo público-alvo são os integrantes do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor. A ABAR (Associação Brasileira de Agências de Regulação) participará do evento, representada por Paula Campos (VP Sudeste e coordenadora da Câmara Técnica de Petróleo e Gás da ABAR e Diretora de Regulação Técnica e Fiscalização dos Serviços de Gás Canalizado da Arsesp).

O evento será iniciado com a apresentação do “Diagnóstico Nacional do Consumidor Vítima de Conduta Abusiva durante a Pandemia”, trabalho idealizado pelo MPMG, por meio da Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor de Belo Horizonte, e executado pela Fipe. Durante o período de novembro de 2020 a janeiro de 2021, a pesquisa ouviu 2.000 pessoas entre a população economicamente ativa, nas 27 unidades federativas, que se sentiram vítimas de condutas abusivas nos últimos 18 meses.

O objetivo da pesquisa é subsidiar e ampliar a eficácia das ações dos órgãos públicos e entidades civis de proteção e defesa do consumidor, assim como orientar os fornecedores no aprimoramento da prestação de serviço e/ou da comercialização de seus produtos.

Após a apresentação dos dados da pesquisa, os convidados farão suas considerações sobre o tema. Além de Paula Campos, da ABAR, falarão representantes da ProconsBrasil (Associação Brasileira de Procons); do MPCon (Associação Nacional do Ministério Público do Consumidor); do Condege (Colégio Nacional de Defensores Públicos Gerais); da Febraban (Federação Brasileira de Bancos), da Fenadecon (Frente Nacional de Defesa do Consumidor); do Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor); do Brasilcon (Instituto Brasileiro de Política e Direito do Consumidor); da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil); e da Senacon (Secretaria Nacional do Consumidor).

O evento é destinado aos integrantes do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor, do qual fazem parte as agências reguladoras. Será realizado virtualmente, via plataforma Teams, e pode ser acessado por este link.