ABAR e Trata Brasil iniciam negociações para firmar Acordo de Cooperação

289

O presidente da ABAR (Associação Brasileira de Agências de Regulação), Vinícius Benevides, reuniu-se na terça-feira (30) com a presidente executiva do Instituto Trata Brasil (ITB), Luana Pretto, para discutir um possível acordo de cooperação entre as duas entidades, que já vêm sendo parceiras em diversas atividades nos últimos anos. O encontro ocorreu na sede da ABAR, em Brasília.

No primeiro encontro dos dois dirigentes depois da posse de Luana, em fevereiro, e de Benevides, em maio, em seus respectivos cargos, o presidente da ABAR fez uma breve apresentação da entidade, destacando a experiência acumulada em regulação de águas e saneamento básico, tema da mais antiga e consolidada Câmara Técnica da ABAR.

O Trata Brasil é uma organização formada por empresas com interesse nos avanços do saneamento básico e na proteção dos recursos hídricos do País. Atua desde 2007 com o objetivo de conscientizar a sociedade sobre a necessidade de universalização do acesso a água tratada, coleta e tratamento dos esgotos. Na mais recente parceria com a ABAR, o ITB realizou uma pesquisa junto a agências reguladoras de saneamento sobre a percepção dos reguladores a respeito das normas de referência da ANA para o setor.

Vinícius Benevides e Luana Pretto, presidente executiva do Instituto Trata Brasil, conversam na sede da ABAR em Brasília

“Temos um desafio gigantesco para cumprir as metas de universalização previstas no novo marco legal do saneamento”, comentou o presidente da ABAR, lembrando que os investimentos a serem feitos são de grande monta e exigirão grande empenho na regulação econômica para não pesar sobre o consumidor. “Queremos contar com a parceria do ITB, que trabalha com dados altamente confiáveis”, observou.

Luana Pretto destacou que também é de interesse do Trata Brasil a cooperação entre as entidades, com vistas inclusive à produção de dados confiáveis para alimentar o Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), que fornece subsídios para alguns estudos do instituto.

A partir do primeiro encontro entre os dirigentes, a ABAR e o Instituto Trata Brasil avançarão na discussão dos termos de um futuro Acordo de Cooperação.