AGETRANSP participa de simulado de emergência da Defesa Civil na Baía de Guanabara

307
Imagem: AGETRANSP

Na última terça-feira (11), a Agetransp participou de um simulado de resposta a derramamento de combustível de um navio na Baía de Guanabara, realizado pela Secretaria de Estado de Defesa Civil, na zona portuária do Rio. Cerca de 30 agências, entre departamentos da Defesa Civil, do Corpo de Bombeiros e outros órgãos, participaram do evento, que também simulou combate a incêndio.

A finalidade do exercício é verificar o desencadeamento das ações planejadas, simular a execução dessas ações e fazer as correções necessárias ao aprimoramento deste tipo de ação de emergência. Foram testadas a capacidade de notificar as agências envolvidas nas ações de resposta e a capacidade de comunicação entre agências, equipes de campo e demais profissionais envolvidos.

“Nós atuamos sobre o controle de tráfego de embarcações de transporte de passageiros na baía. As embarcações que já estavam operando seguiram viagem, mas as que estavam atracadas tiveram que aguardar, por questões de segurança. Há simulação de tumulto na estação, por exemplo, o que já envolve a atuação de forças policiais. São situações que podem ocorrer. Por isso, é importante saber como agir e se comunicar com todos os órgãos envolvidos”, explicou Álvaro Cunha, da Câmara de Transportes e Rodovias (Catra).

O representante da agência reguladora permaneceu no Centro de Administração de Desastres da Defesa Civil, de onde as ações foram coordenadas. Na situação simulada, houve vazamento de óleo diesel marítimo no mar durante a transferência entre duas embarcações, devido ao abalroamento de uma delas na manobra de atracação. Foi realizado recolhimento do material e foram lançadas barreiras. O líquido atingiu a rede elétrica do cais e provocou incêndio. O exercício durou aproximadamente três horas.