Fiscalização “Blitz Olho Vivo” especial de Carnaval da ARTESP avaliou serviços prestados pelas concessionárias e veículos de transporte coletivo intermunicipal

528

Durante o feriado de Carnaval, a Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) realizou a “Blitz Olho Vivo” – fiscalização especial que reforça as operações usuais da Agência para avaliar a qualidade das rodovias paulistas sob concessão, a prestação de serviços das concessionárias e o transporte coletivo intermunicipal, para coibir o transporte irregular de passageiros e das empresas de transporte cadastradas na Artesp. A Blitz ocorreu entre 07 de fevereiro (quinta-feira) e 14 de fevereiro (quarta-feira).

Serviços prestados pelas concessionárias
A fiscalização nas concessionárias verifica a qualidade de diversos itens relacionados à prestação de serviços aos usuários das rodovias estaduais sob concessão, como o funcionamento das câmeras de vigilância, dos painéis eletrônicos de mensagem e dos “call box” (telefones de emergência) ao longo das rodovias, o atendimento dos veículos de atendimento (unidades de resgate, guinchos e de inspeção de tráfego), além das condições dos postos SAU (Serviço de Atendimento aos Usuários), das Bases Operacionais, e das praças de pedágio, com avaliação do tempo de atendimento e de espera na fila.

Na Ecovias – responsável pela administração, manutenção e operação de 176,8 km de pistas do Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI) – a equipe de fiscais identificou problemas no funcionamento de 34 telefones de emergência (de um total de 285 telefones call box disponíveis nas duas rodovias), além de deficiência em 5 câmeras de vigilância e em 5 painéis eletrônicos de mensagem. Em relação aos veículos que prestam serviços aos usuários, a Blitz identificou irregularidade no serviço de um guincho que prestou atendimento com atraso. Nos postos SAU e nas bases operacionais, foi apurada a ocorrência de um problema de vaga de estacionamento para usuários que estava sendo ocupada por colaborador da concessionária.

Tamoios – responsável pela operação e manutenção da Rodovia dos Tamoios, estrada que interliga São José dos Campos a Caraguatatuba – a Blitz apurou mal funcionamento em 7 câmeras de vigilância e também em 2 painéis eletrônicos de mensagem. O sistema de Wi-Fi, recentemente instalado na Rodovia dos Tamoios em 3 de fevereiro, também foi analisado pela fiscalização, que apurou que em 32 pontos da rodovia ocorreu queda da conexão, ou que havia conexão, mas sem resposta por parte do Centro de Controle de Operações da concessionária. Outra irregularidade encontrada pelos fiscais foi um banheiro masculino fora de operação em um posto SAU.

Todas as irregularidades apuradas pelas equipes de fiscais da Blitz Olho Vivo são notificadas às concessionárias, que têm prazo para apresentar justificativas à Artesp. As informações prestadas são avaliadas pela Agência, que aplica multas no caso de as exigências contratuais não terem sido cumpridas.

Leia mais aqui.