Sistema de fossas sépticas é discutido durante seminário em Portugal

216
Divulgação

Nas últimas quarta e quinta-feira (23 e 24), ocorreu o Seminário “Gestão de Águas Residuais e Reutilização de Água em Pequenos Agregados Populacionais”. Realizado pela Entidade Reguladora dos Serviços de Água e Resíduos de Açores (Ersara) em parceria com a Associação Portuguesa de Engenharia Sanitária e Ambiental (Apesb), o evento foi sediado na cidade portuguesa de Ponta Delgada, na Ilha de São Miguel, em Açores.

A Associação Brasileira de Agências de Regulação (Abar) esteve presente para acompanhar as discussões e conhecer as propostas para a gestão do uso e reuso da água. O presidente da entidade Fernando Alfredo Rabello juntamente a Fábio Augusto Alho, vice-presidente Norte e o conselheiro fiscal Heinrich Pasold, representaram a Abar durante o encontro.

Uma das frentes abordadas no seminário foi a gestão de serviços de esgotamento sanitário, como exemplo, a utilização de fossas sépticas. Fernando foi convidado a exercer função de preletor no painél “Gestão de Sistema de Águas Residuais – Realidade Internacional”, no qual ministrou seus conhecimentos sobre o sistema de fossas e saneamento dentro do espectro das agências reguladoras brasileiras.