Obras do sistema de esgoto do conjunto São Judas Tadeu, em Manaus, serão acompanhadas pela AGEMAN

324

A execução das obras de instalação do novo sistema de esgoto do conjunto São Judas Tadeu, na zona Norte, será acompanhada pela Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município de Manaus (Ageman). A concessionária Manaus Ambiental encaminhou o cronograma de obras, nesta semana, à Agência e os trabalhos estão previstos para iniciar já em setembro.

Atualmente, o esgoto das 650 unidades habitacionais é tratado por meio de uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) — instalada ao lado do último bloco do condomínio — que, nos próximos meses, deverá ser desativada, pois, com a ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto Timbiras, não haverá mais necessidade de manter a estrutura e o terreno poderá ser utilizado pelos moradores para outros fins.

Para garantir a mudança, será construída uma elevatória e assentado mais de 1,8 mil quilômetros de rede, a fim de levar os resíduos até a ETE Timbiras. A iniciativa de desativar a ETE do São Judas Tadeu ocorreu depois que moradores acionaram o Ministério Público do Estado (MPE-AM) e, para assegurar que o serviço seja realizado com efetividade, a Ageman vai acompanhar todas as fases da obra.

Outra preocupação da Agência de Regulação é com a qualidade do serviço de pavimentação das vias Barão do Rio Branco e Timbiras após a instalação das redes. “Já fizemos essa recomendação para a Manaus Ambiental, porque a Prefeitura de Manaus recapeou essas duas vias recentemente e é necessário que eles mantenham a mesma qualidade do serviço, para que os moradores e os veículos que trafegam nessa área da zona Norte não venham a ser prejudicados”, disse a diretora de Concessões, Obras e Saneamento da Ageman, Suzy Tavares.