Mariana Ribas toma posse como nova diretora da ANCINE

59
Ribas em seu discurso de posse. Foto: ANCINE

Mariana Ribas tomou posse ontem, 03 de julho, como nova diretora da Agência Nacional do Cinema (ANCINE) na sede da instituição, no Rio de Janeiro. Com a posse de Mariana, a diretoria da ANCINE volta a operar completa com quatro diretores. Além de Mariana, a diretoria conta ainda com Christian de Castro, diretor-presidente, e os diretores Alex Braga Muniz e Debora Ivanov. A cerimônia foi realizada na sala Gustavo Dahl e contou com a presença do ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, do diretor-presidente da ANCINE, Christian de Castro, e do diretor Alex Braga Muniz. Também estiveram presentes servidores da agência, produtores, diretores e agentes culturais do mercado do audiovisual.

O diretor-presidente, Christian de Castro, iniciou a solenidade dando boas-vindas à nova diretora, destacando que Mariana Ribas, com sua experiência na RioFilme e na Secretaria Executiva do MinC, poderá contribuir muito para o setor.  Christian de Castro também discorreu a respeito dos preceitos necessários para trilhar o caminho do desenvolvimento do mercado e da cadeia de valores como um todo, baseando-se na desburocratização, segurança jurídica, tecnologia, construção de indicadores confiáveis, controle, eficiência, eficácia, diálogo e transparência, conceitos que marcam também a gestão desta diretoria.  “O foco da agência nesta gestão está nas áreas de controle e regulação, registro, fiscalização, prestação de contas e acompanhamento dos projetos, com o objetivo de aprofundar o conhecimento de mercado a partir da análise profunda dos dados e dos indicadores ali gerados, e, com isso, também ampliar o conhecimento da consequência das políticas de fomento no desenvolvimento do setor, ampliando a capacidade empresarial de toda a cadeia de valor do audiovisual, atraindo desta forma o investidor privado, sempre em busca da sustentabilidade do nosso mercado”, disse o diretor-presidente.

Discurso de posse
Mariana Ribas iniciou seu discurso revelando que a ANCINE era um de seus sonhos para a carreira. A nova diretora mostrou-se feliz com este novo desafio, agradecendo ao ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, a indicação e a confiança depositada: “Hoje começa um capítulo novo da minha vida e as páginas ainda estão em branco, e, com isso, precisarei muito da colaboração de vocês para escrever as páginas deste novo capítulo. A ANCINE e o setor ganharam mais uma parceira de batalha. Comprometo a me unir com vocês nessa jornada, me comprometo a ouvir, conversar, dialogar e a fazer o meu melhor para que minha passagem na ANCINE seja boa para todos nós. Conto muito com a ajuda de vocês. Muito obrigada!”

Encerrando a cerimônia, o ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, mostrou admiração pelo trabalho de Mariana Ribas, agradecendo seus serviços prestados ao longo de sua carreira na RioFilme e como Secretária Executiva do MinC. “Antes de tudo, agradeço a Mariana. Parabéns! Tudo que você fez nestes últimos anos foi o que te trouxe aqui para a ANCINE […] demonstrou claramente a sua competência, qualidades, talento e espero que agora você possa trazer essas características aqui para a ANCINE, e, tenho certeza que vai ser muito importante para essa instituição e para a política pública de audiovisual[…]”. O ministro também pontuou os desafios ao longo desta trajetória: unidade interna, externa e transparência. “ Há várias medidas de transparência e está na ordem do dia da sociedade brasileira […] acho que a hora é de união interna, externa, entre a ANCINE e o MinC, ANCINE e o setor do audiovisual, e, é uma hora também, de muito trabalho, para que possamos realizar estas tarefas, como colocar os editais na rua, maior transparência, racionalidade, diminuir a burocracia, tornar a ANCINE mais eficiente, mais eficaz, porque todos ganharão por isso[…]”.

Trajetória
A carioca Mariana Ribas é formada em Jornalismo pela Universidade Estácio de Sá, onde também fez especialização em Jornalismo Cultural.

Mariana ocupava a função de secretária-executiva no Ministério da Cultura, onde também comandou a Secretaria do Audiovisual. Ribas também coordenou a remodelagem na estrutura do MinC, com o enxugamento de algumas áreas e a criação da Secretaria do Direito Autoral.

Na RioFilme, empresa de investimento em audiovisual da Prefeitura do Rio de Janeiro, ocupou a Gerência de Fomento, a Diretoria Comercial e, em 2015, chegou ao cargo de diretora-presidente. Na Secretaria Municipal de Cultura do Rio, foi coordenadora de Produção e diretora de Fomento.

Mariana Ribas, nova diretora da ANCINE, entre o diretor-presidente Christian de Castro (direita) e o ministro da Cultura Sergio Sá Leitão (esquerda). Foto: ANCINE