Brasília recebe em março primeiro curso do Projeto Acertar de 2018

640

Segundo aditivo que estabelece a continuidade do Projeto Acertar em 2018, Brasília receberá, nos dias 6 e 7 de março, o curso ‘Melhores Práticas de Gestão da Informação para Prestadores de Serviço de Saneamento’. Este terá carga horária de 16 horas, e é limitado a 250 inscrições.

O objetivo do curso é apresentar as recomendações de melhoras práticas que envolvem diversos processos de negócios do setor de saneamento, tais como: comercial, compras/licitações, financeiro, contábil, gestão de ativos e investimentos, operacional, manutenção, entre outros; para os responsáveis pelas informações de processos administrativos, financeiros e operacionais de prestadores de serviços de abastecimentos de água e esgoto sanitários.

Para mais informações sobre o curso, clique aqui.

As inscrições para este e outros cursos do Projeto Acertar devem ser feitas através do Portal Capacidades, do Governo Federal.

Resultado da parceria entre o Ministério das Cidades e a Associação Brasileira de Agências de Regulação – ABAR, o Projeto Acertar visa ao desenvolvimento de metodologias de Auditoria e Certificação de informações do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS). O projeto, executado no âmbito do Programa de Desenvolvimento do Setor Água – INTERÁGUAS, tem o propósito de aprimorar os processos de gestão das informações dos prestadores de serviços de saneamento.

Outro curso, da mesma iniciativa, será realizado entre os dias 9 e 13 de abril, voltado para os reguladores e equipe do SNIS/SINISA, também na capital federal, nos moldes dos já realizados anteriormente em Recife, Belo Horizonte e Florianópolis, em 2017.

Os produtos das cinco primeiras etapas do Projeto Acertar estão disponíveis para consulta nos links abaixo:

1. Diagnóstico;
2. Guia de Auditoria e Certificação das Informações do Snis – Direcionado às Agência Reguladoras;
3. Relatório Técnico das Campanhas Piloto;
4. Manual de Melhores Práticas de Gestão da Informação – Direcionado aos Prestadores de Serviços;
5. Relatório sobre os Treinamentos.