Brasil conquista 3 cadeiras no Conselho Mundial da Água

79
Fernando Alfredo Rabello Franco, Karla Bertocco Trindade e Paulo Sales.

O Conselho Mundial da Água é uma organização internacional de plataforma multi-stakeholder cuja missão é, em questões críticas de água em todos os níveis, mobilizar ações, incluindo o mais alto nível de tomada de decisão, envolvendo as pessoas no debate do pensamento desafiador e convencional. Centra-se nas dimensões políticas da segurança da água, da adaptação e da sustentabilidade.

Formado por 36 Governadores, o Conselho é eleito a cada três anos (mandato), sendo a nova composição eleita na data de 30/11/2018, em sua sede em Marseille – França. Na eleição de ontem o Brasil conquistou três cadeiras no Conselho, através das instituições: ABAR – Associação Brasileira das Agências de Regulação, SABESP – Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo e ADASA – Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal, respectivamente representadas por seus dirigentes: Fernando Alfredo Rabello Franco, Karla Bertocco Trindade e Paulo Sales. Esse novo Conselho terá como primeira atribuição eleger seu presidente em substituição ao presidente atual, o brasileiro Benedito Braga.

O CMA trabalha para aumentar a conscientização dos tomadores de decisão de alto nível sobre questões de água. Busca posicionar a água no topo da agenda política global e produzir políticas mundiais para ajudar as autoridades a desenvolver e gerenciar os recursos hídricos e incentivar o uso eficiente da água. A organização se empenha em alcançar toda a esfera política: governos nacionais, parlamentares e autoridades locais, bem como organizações das Nações Unidas.

Catalisa ações coletivas durante e entre cada Fórum Mundial da Água – o maior evento mundial sobre água. Organizado de três em três anos com um país anfitrião, o Fórum oferece uma plataforma única, onde a comunidade de água e atores-chave podem colaborar e fazer progressos a longo prazo em desafios globais de água. Reúne participantes de todos os níveis e áreas, incluindo a política, as instituições multilaterais, a academia, a sociedade civil e o setor privado.

Representando milhares de pessoas de mais de 300 organizações em mais de 50 países, que juntos formam uma rede única envolvendo diferentes setores, regiões, disciplinas e campos profissionais com ampla experiência e interesses. Através de esforços colaborativos, os membros se comprometem a promover a agenda da água. Suas habilidades, experiência e envolvimento ajudam a resolver os complexos desafios relacionados à água encontrados em todo o mundo.