Arsal reafirma seu compromisso no combate ao transporte clandestino

492

Entre maio e novembro deste ano, 328 veículos irregulares foram abordados, multados e apreendidos em todo o Estado pela fiscalização do Transporte Rodoviário Intermunicipal de Passageiros da Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Alagoas (Arsal).

De acordo com dados da Arsal, com a intensificação dos trabalhos em todas as rodovias alagoanas, o número de autuações envolvendo veículos clandestinos (veículos de placa cinza e táxis lotação) deve aumentar até o final do ano, uma vez que durante as festas que se aproximam o número desses veículos em circulação é maior.

Retirar de circulação veículos que não atendem as condições mínimas para transportar pessoas é o foco da Agência que tem trabalhado diuturnamente no combate ao transporte clandestino, que além de desestruturar o sistema, oferece risco de morte para quem utiliza desses veículos para se locomover.

A Arsal reitera seu compromisso com os mais de 150 mil usuários diários do Transporte e alerta a população para que utilize apenas os veículos que compõem o Sistema Complementar e Convencional, devidamente identificados pela faixa com as logomarcas do Estado e da Agência. Os carros autorizados são vistoriados e monitorados 24 horas por dia; uma forma de garantir a segurança e qualidade à população.

Desde maio deste ano, além de intensificar o combate ao transporte irregular de passageiros, a Agência Reguladora, em parceria com a Polícia Militar, reforçaram a fiscalização no sentido, também, de coibir o transporte de drogas e arma de fogo.

A fiscalização da Arsal atua em parceria com a Polícia Militar de Alagoas, realizando operações em pontos fixos – no Terminal Rodoviário de Maceió; Polo (AL 101 Sul); Satuba (BR 316); Asplana (AL 101 Norte), Rio Largo (BR 104); Arapiraca – e em pontos volantes que são direcionados de acordo com a demanda vinda da Ouvidoria do Órgão.