ARCE, Inglaterra e Fiocruz firmam parceria para estudo sobre saneamento

37

A Agência Reguladora do Estado do Ceará (Arce) reúne-se, na manhã de hoje, 13, com representantes da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) para discutirem o quadro de saneamento básico na Região Metropolitana de Fortaleza e a correlação com os casos de Zika vírus. O encontro faz parte do estudo que será desenvolvido em parceria com pesquisadores da universidade inglesa Conventry University, da Escola Nacional de Saúde e da Agência Cearense. Pela Arce, integra o grupo o analista de regulação, Alceu Galvão.

Chamado “Modelling and Mapping Statistical Probabilities; Correlation between Zika Virus Transmission, Sanitary and Drainage Conditions in the Metropolitan Areas of Fortaleza/Ceará (Brazil)”, o estudo será beneficiado com a larga experiência da Arce na regulação do setor de saneamento básico no Ceará. Na reunião de hoje, além do analista já citado, participará o presidente do conselho diretor, Hélio Winston Leitão. A equipe de pesquisadores seguirá um intenso cronograma de atividades que se estenderá até amanhã, terça-feira.

Hoje, antes da reunião técnica da Arce, o grupo iniciou as atividades com visita a duas comunidades do rio Maranguapinho, focando as atenções no que se refere à drenagem. No período da tarde, os trabalhos serão retomados com reunião na Fiocruz. Já no dia seguinte, a agenda prossegue com visita à comunidade da Rosalina e, ainda, encontros na Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), cujo foco é o abastecimento de água em áreas irregulares. A agenda prossegue com reunião na Secretaria de Saúde, envolvendo a equipe de vigilância sanitária do Estado.