ANEEL inicia campanha de prevenção a incêndios próximos a linhas de transmissão

76

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) iniciou em 1/10/18 uma campanha de comunicação para conscientização da população acerca dos riscos de se provocar queimadas irregulares em áreas próximas à rede de transmissão de energia. Aprovada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em atenção ao período de restrição anterior às eleições, a campanha visa a motivar o senso de responsabilidade e de urgência quanto ao assunto, especialmente nos moradores de áreas com maior recorrência de desligamentos forçados da transmissão de energia provocados por incêndios. Os materiais da campanha estão disponíveis em: www.aneel.gov.br/campanha-queimadas.

De maio a novembro, incêndios dessa natureza são a principal causa de desligamentos não programados na transmissão de energia elétrica no Brasil. Entre 01/05/2017 a 31/12/2017, foram registrados 2.434 desligamentos forçados, sendo 586 relacionados a queimadas, e 203 causaram interrupção no fornecimento de energia elétrica. A Superintendência de Fiscalização dos Serviços de Eletricidade (SFE/ANEEL), responsável pela fiscalização dos 130.000 km de linhas de transmissão no país, afirma que a maior incidência de queimadas irregulares é nas regiões Nordeste e Sudeste/Centro-Oeste, em áreas da Zona da Mata com plantações da cana-de-açúcar e em áreas agrícolas de cerrado.

Nove estados concentram o maior número de desligamentos por queimadas irregulares

A campanha terá como foco a divulgação em nove estados, que foram os mais afetados por desligamentos forçados de linhas de transmissão em decorrência de incêndios provocados por queimadas em 2014 e 2015: Minas Gerais, São Paulo, Goiás, Tocantins, Maranhão, Piauí, Ceará, Pernambuco e Alagoas.

Leia mais aqui.