ANCINE publica Informe final de distribuição em salas de cinema de 2017

182

A Agência Nacional do Cinema publicou nesta quarta-feira, 20 de junho, no site do OCA – Observatório Brasileiro do Cinema e do Audiovisual – o Informe de Distribuição em Salas de 2017.

O ano foi marcado pelo maior número de lançamentos de filmes brasileiros da série histórica (2009-2017): 160, alcançando mais um recorde nacional em número de títulos. O lançamento brasileiro de 2017 que obteve maior público, foi a ficção Os Parças, com 1,36 milhões de espectadores. Já o filme de maior público do ano foi Meu Malvado Favorito 3, que quase atingiu a marca de nove milhões.

Pela primeira vez, houve sete animações brasileiras dentre os lançamentos: As Aventuras do Pequeno Colombo, Bruxarias, Bugigangue no Espaço, Café – Um Dedo de Prosa, História Antes de uma História, Historietas Assombradas – O Filme e Lino – Uma aventura de sete vidas. O maior número havia sido em 2014, com quatro animações, sendo que nos dois anos seguintes foi nula ou unitária a quantidade de animações lançadas. O número de documentários brasileiros estreantes em 2017 também foi recorde, representando um aumento de 40,9% em relação ao ano anterior. Já o número de ficções nacionais lançadas apresentou queda em 2017.

O total de público em salas de exibição no país foi de 181,2 milhões, o que representou um pequeno recuo de 1,7% em relação a 2016. Já os filmes nacionais apresentaram uma queda de 42,9% no número de espectadores, fechando o ano com um público de 17,4 milhões.

A distribuidora com maior renda em 2017 foi a Disney, que arrecadou 19,1% do total da renda bruta do ano. Em relação aos filmes brasileiros, a distribuidora de maior renda bruta foi a parceria Downtown/Paris, seguida pela Imagem e Warner.

As distribuidoras nacionais ficaram com 20,1% da renda bruta gerada com a exibição de títulos brasileiros e estrangeiros no ano. Quando se analisa a renda bruta arrecadada com a exibição de filmes brasileiros, as distribuidoras nacionais ficaram com 90,6% da renda.

O Informe apresenta os números definitivos de bilheteria do ano passado, atualizando as informações do Informe Anual Preliminar, publicado em 29/01/2018. O trabalho foi realizado pela Coordenação de Monitoramento de Cinema, Vídeo Doméstico e Vídeo por Demanda da Superintendência de Análise de Mercado.

Veja o estudo completo aqui.