ANA e Governo do Acre firmam cooperação para aperfeiçoar monitoramento de eventos críticos

268

Para que o Acre tenha um sistema de previsão de eventos hidrológicos críticos, que permita a prevenção e minimização dos efeitos de secas e inundações, a Agência Nacional de Águas (ANA) e a Secretaria de Estado de Meio Ambiente do Acre (SEMA) firmaram acordo de cooperação técnica. O objetivo da parceria, publicada no Diário Oficial da União da última quinta-feira, 10 de janeiro, é melhorar a capacidade acriana de emitir alertas em tempo hábil e de tomar as providências necessárias à proteção da população em casos de secas e inundações. O acordo terá vigência até dezembro de 2024, podendo ser prorrogado por mais cinco anos.

A parceria também prevê a integração e a modernização das redes hidrometeorológicas federal e estadual presentes no território acriano. Para isso, serão instalados equipamentos automáticos de coleta de dados e transmissão em tempo real. O Acordo de Cooperação Técnica nº 26/2018/ANA também prevê melhoras na operação da Sala de Situação do Acre, conforme os padrões da Agência. Outro ponto é o intercâmbio dos dados monitorados no estado e a padronização para que eles estejam compatíveis com o Sistema Nacional de Informações sobre Recursos Hídricos (SNIRH).

Outra linha da parceria diz respeito à capacitação. Caberá à ANA promover treinamentos em operação e manutenção de redes de monitoramento hidrometeorológico, processamento e difusão de dados e informações hidrometeorológicos para servidores da SEMA. Os dois órgãos trabalharão conjuntamente para melhorar a escala dos mapas de vulnerabilidade a inundações e para atualizá-los, sendo que estes materiais serão disponibilizados ao público via SNIRH. Estes mapas indicam áreas suscetíveis a inundações, por exemplo.

A ANA destinará o uso de seus equipamentos de monitoramento pela SEMA para a operação, manutenção, expansão e modernização das redes hidrometeorológicas no Acre. Já a Secretaria de Estado de Meio Ambiente deverá manter equipes para operação e manutenção de redes de monitoramento hidrometeorológico. Outra atribuição da SEMA será a de manter equipes para operação do sistema de previsão de eventos hidrológicos críticos.