Oi contrata geração solar e eficiência energética

1

O acordo envolve geração distribuída de 14,44 MWp, de quatro usinas, e projetos de eficiência energética em escritórios.

A operadora de telecomunicações Oi contratou a francesa GreenYellowespecializada em projetos de eficiência energética e de energia solar fotovoltaica, para implementar um programa de R$ 44 milhões que vai adotar ações das duas especialidades da empresa francesa controlada pelo grupo Casino, também dono da rede de supermercados Pão de Açúcar.

Em eficiência energética, o foco está em melhorias para reduzir o consumo a até mais de 50% em diversos escritórios da operadora. Até o momento, o serviço já foi implementado em quatro prédios em Goiás. Com ações na iluminação e no ar condicionado, as unidades consumidoras passam por diagnóstico energético inicial para identificar oportunidades e, a partir daí, serem aprovados pela Oi para passar pelas intervenções da GreenYellow.

Em solar, as empresas fecharam um projeto de geração distribuída, segundo o qual a Oi passará a receber créditos para compensação da energia gerada por quatro usinas FV que serão erguidas em Minas Gerais, Distrito Federal, Goiás e Mato Grosso. Ao todo, a operadora contará com 14,44 MWp de capacidade instalada, responsáveis por gerar 21,2 GWh por ano, que deverão ser destinados a abastecer um contingente de ERBs (estação rádio base).

O investimento será da própria GreenYellow, que recebe pelos serviços prestados e o aluguel das usinas em construção.

Além de ter mais de mil projetos de eficiência energética no Brasil, pelos quais, segundo a empresa, foi possível economizar 680 GWh em cinco anos (até dezembro de 2019), a GreenYellow já conta com mais de 30 usinas fotovoltaicas com potência total instalada de 100 MWp, para atender 12 clientes com geração distribuída. Foram investidos no período R$ 600 milhões, metade em cada atividade. A meta é investir mais R$ 200 milhões ainda em 2020.