Aprovada pela Fapesp criação do Brazilian Water Reseach Center

1

Investimentos serão de R$ 120 milhões, sendo R$ 30 milhões da Fapesp e outros R$ 30 milhões da Sanas

A Fapesp – Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo aprovou a criação do BWRC – Brazilian Water Research Center, centro de pesquisas voltadas aos grandes temas relacionados à água, tais como tecnologias de tratamento e medição, segurança hídrica, dessalinização, entre outros.

Fruto de uma parceria entre a Unicamp, a Sanasa, companhia de água de Campinas, SP, e a Fapesp, o BWRC receberá o investimento de R$ 120 milhões, sendo R$ 30 milhões da Fapesp e outros R$ 30 milhões da Sanasa. A contrapartida da Unicamp será investida na cessão da área física para sede da entidade, além do emprego de pesquisadores e bolsistas para realização dos estudos. De acordo com Lauro Kubota, a criação do centro já estava em discussão desde 2018 e, com a aprovação da Fapesp, os trabalhos devem ter início ainda neste ano.

“A iniciativa feita em Campinas desperta o interesse de vários países e entidades internacionais. Nós já temos parcerias com cinco centros de águas internacionais que serão nossos parceiros para o desenvolvimento de pesquisas e no avanço tecnológico no tema de águas”, explica Kubota, que adianta já ter recebido contato de outros centros de estudos interessados em firmar parcerias com o novo BWRC.