Diretor de Regulação da Agesan-RS é contratado pelo Banco Mundial

2

O diretor de Regulação da Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento do Rio Grande do Sul (Agesan-RS),Tiago Luis Gomes, foi contratado pelo Banco Mundial como consultor para elaborar o Business Continuity Plan. O especialista será responsável pelo planejamento de ações de mitigação a futuros desastres naturais, com base nos problemas desencadeados pelo ciclone Idai, que em março do ano passado atingiu o município de Beira, em Moçambique. O estudo tem o objetivo de restabelecer, com brevidade, os sistemas de esgotamento sanitário, de forma a minimizar os danos e evitar epidemias, dentre elas, a de cólera.

“São missões desenvolvidas desde o final da Segunda Guerra Mundial, quando da criação do banco, que na sua gênese possuía o intuito de contribuir para a reconstrução e desenvolvimento daquelas nações destruídas”, destaca Gomes. Para ele, é muito importante fazer parte do grupo e de um trabalho que beneficiará aproximadamente 530 mil habitantes, que são assolados pelos frequentes furacões que ocorrem na região. “Isso causa uma inviabilidade dos sistemas de esgotamento sanitário e há propagação de doenças de veiculação hídrica e mortes, como consequência. É uma honra poder estar à frente nesse desafio”, afirma.

O diretor é engenheiro civil, mestre e doutor em Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental e integra o quadro da Agesan-RS desde a fundação. Na Agência, dirige o setor de Fiscalização e Normatização, conduzindo a equipe em fiscalizações presenciais dos sistemas de esgotamento sanitário e abastecimento de água, além atuar em pautas de revisão e reajustes tarifários, pesquisas econômicas e qualitativas de mercado e articulações de ações de fortalecimento institucional dos processos de regulação.