Webinar ABAR apresenta a eficiência energética na regulação

2

O seminário virtual aconteceu no último dia 03, via plataforma Zoom

Com a temática “Eficiência energética na regulação dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário”, o evento contou com a mediação de Thalita Salgado Fagundes , Analista de Fiscalização e Regulação e Coordenadora da Academia da Agência Reguladora dos Serviços de Saneamento das bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (ARES-PCJ) e com a participação da Coordenadora da Rede de Aprendizagem em Gestão de Perdas de Água e Energia (ProEESA 2.0) Rita Cavaleiro, do Coordenador de Fiscalização da Agência Reguladora dos Serviços de Saneamento da Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (ARES-PCJ) Daniel Manzi e do colaborador do Setor Técnico da Agência Intermunicipal de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos do Médio Vale do Itajaí (AGIR), Ricardo Hubner.

Dividido por tópicos, a moderadora iniciou o Webinar, contextualizando o tema central com os sub temas discutidos. O primeiro deles foi explanado por Rita Cavaleiro que apresentou os indicadores de eficiência energética adequados para regulação: o da Energia KWh/m³ de água consumida ou água produzida, o da Energia kWh/(m³X100m) e a certificação em sistemas de gestão de energia.  De todos os índices, Rita apresentou sua definição, valores de referência para avaliação, dados necessários para validação e suas formas de apresentação e resultados.

Logo depois, Ricardo Hubner mostrou o histórico de evolução do rendimento dos motores elétricos, a situação dos motores de forma geral, como eles se encontram atualmente no Brasil, fazendo um apanhado de várias agências reguladoras e o programa de incentivos e eficiência energética de motores com um apoio da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) e Eletrobrás.

Por último, Daniel Manzi explanou sobre a previsão de consumo de energia elétrica em revisão tarifária considerando metas de eficiência energética. Ele dividiu sua apresentação em dois momentos gerais. No primeiro, ele falou sobre a conceituação, a base legal para revisão de elementos de um contrato com vistas da eficiência energética dentro do processo revisão tarifária e o no segundo ele expôs um caso prático numérico com metodologia aplicada e resultados.

Ao final, os palestrantes responderam às perguntas dos participantes, o que tornou o Webinar um espaço interativo de compartilhamento de experiências e boas práticas.