Arsal adia para 2021 ajuste na tarifa da água em Alagoas

1

Mais de 2 milhões de alagoanos serão beneficiados com a ação

Em reunião extraordinária, o colegiado da Agência Reguladora dos Serviços Públicos (Arsal), realizada nesta quarta-feira, 6 de maio, por unanimidade de votos, adiou para janeiro de 2021 o reajuste anual da tarifação praticada pela Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), corresponde ao ciclo 2020/2021.

A Casal está presente em 77 municípios, atendendo cerca de 2 milhões de usuários em Alagoas.

De acordo com o diretor-presidente da Arsal, Ronaldo Medeiros, este é o primeiro ano, desde 2014, que o reajuste não acontece. “Esta foi uma forma que nós encontramos para beneficiar a população que recebe água da Casal”, disse o presidente, acrescentando que não seria justo com a população um reajuste neste momento.

A diretoria executiva da Agência — composta pelos diretores Camilla Ferraz, Eulalia Moura, Patrícia Medeiros e Ronaldo Medeiros — entendeu que o reajuste é inviável, pois pode onerar ainda mais os consumidores alagoanos que, diante desta pandemia, vem enfrentando crises econômica e sanitária, estabelecidas em um cenário mundial.

“Temos que unir os esforços para que possamos superar este momento tão difícil. A sociedade alagoana pode contar com a Arsal para garantir a qualidade e continuidade dos serviços públicos regulados”, finalizou Ronaldo Medeiros.

A Agência reguladora preza pelo equilíbrio financeiro e econômico das áreas reguladas, mas entende que este é um momento em que os esforços devem ser mútuos para recuperar a estabilidade em Alagoas.