Após suspensão dos cortes, ARSEC faz esclarecimento sobre a medida

4
Como forma de garantir o abastecimento de água durante este período de proliferação do novo coronavírus (COVID-19), a Prefeitura de Cuiabá, por meio do Decreto Municipal n° 7.847, determinou a suspensão dos cortes por inadimplência durante 60 dias.
A importante medida foi apoiada pela ARSEC.  Contudo, o órgão regulador municipal alerta sobre o  pagamento das faturas, que vão continuar vencendo na data prevista.
A ARSEC destaca que manter as contas em dia, sempre que possível, evita maiores dores de cabeça como o endividamento. Desse modo reforça aos consumidores que tiverem condições financeiras que continuem efetuando os pagamentos.
Famílias de baixa renda sem condições financeiras de pagar a fatura por conta da crise econômica provocada pela COVID-19,  podem enviar dúvidas aos canais digitais da ARSEC: ouvidoria.arsec@cuiaba.mt.gov.br,  WhastApp 65 8463-5539 ou nos contatar pelo 0800 646 2728.
Outra recomendação é a adesão ao Tarifa Social. O programa beneficia famílias carentes que consomem até 10m³ de água e são atendidas por algum dos programas sociais do Governo Federal. O desconto no consumo de água é concedido segundo critérios estabelecidos em legislação federal e no contrato de concessão com a Prefeitura, e tem vigência de um ano, podendo ser prorrogado.
Envie sua dúvida sobre o programa aos canais de comunicação da concessionária, que seguem funcionando, como o WhatsApp 17 99641-3259 ou pelo 0800 646 6115. Para saber mais sobre a Tarifa Social cliquei aqui. 
Consumo consciente 
A Prefeitura de Cuiabá vem reforçando a necessidade do isolamento social, como principal estratégia de combate à disseminação do novo Coronavírus.
O consumo de água residencial tende a aumentar bastante neste período. Em razão disso, a ARSEC orienta sobre a necessidade do uso racional da água, para evitar desperdícios.