ARSAM começa a afixar selos nos táxis credenciados

445

Nesta segunda-feira (19/02), o Departamento de Transporte Intermunicipal da Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos do Amazonas (Arsam) começou a colocar, no para-brisa dos táxis cadastrados a realizar os serviços de afretamento de passageiros, selos para identificar os veículos e condutores que estão legalizados junto à Agência, órgão fiscalizador dos serviços de transporte rodoviário intermunicipal de passageiros.

A meta é combater a clandestinidade, uma das principais reivindicações da comitiva criada e formada por associações, sindicatos e cooperativas dos municípios da Região Metropolitana de Manaus.

O diretor-presidente da Arsam, Walter Cruz, destaca que o selo é um avanço e proporciona mais segurança tanto aos taxistas credenciados quanto aos passageiros que precisam utilizar os serviços de transporte intermunicipal com mais rapidez, fretando táxis.

Durante o processo de cadastramento foram requisitados aos mais de 300 representantes da categoria, os documentos necessários para a regularização como o certificado de vistoria e seguro contra acidentes, mais uma garantia aos que utilizam o serviço.

De acordo com Gerlano Raposo, um dos cooperados de Itacoatiara, o cadastramento na Arsam é essencial para diferenciar os que querem e os que não querem trabalhar direito. “Esperamos que a Arsam fiscalize os que não estão cadastrados e que sejamos vistos de forma diferente, pois estamos trabalhando dentro da legalidade para oferecer o melhor aos passageiros”.

Os taxistas que trafegam pela BR–174 e AM–010 foram os primeiros a receberem o selo de identificação, sendo eles: veículos vinculados às associações, cooperativas e sindicatos dos motoristas de táxis de Itacoatiara, os próximos previstos são de Rio Preto da Eva, Presidente Figueiredo e Itapiranga. A aplicação dos selos deve ser concluída até o fim de fevereiro, a partir de então, as fiscalizações dos transportes intermunicipais por afretamento passarão a ser intensificadas.