ANA reafirma compromisso com Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

1194

Durante o seminário “Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e os Desafios para a Gestão da Água e do Saneamento no Brasil” realizado nesta quinta-feira (1º), em Brasília, a Agência Nacional de Águas (ANA) ressaltou a importância da cooperação interinstitucional e o compromisso da ANA para o atingimento das metas pactuadas em prol da Agenda 2030 das Nações Unidas, em especial à implementação do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 6 (ODS 6), relacionado aos recursos hídricos.

“A ANA, no âmbito de suas atribuições será, certamente, parceira nas tarefas que lhe forem designadas e envidará todos os seus esforços no atingimento das metas traçadas pela Comissão Nacional dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”, afirmou Christianne Dias, diretora-presidente da Agência.

O evento teve o objetivo de reunir contribuições de cerca de 100 atores-chaves envolvidos com as temáticas da água e do saneamento que mantém relação com a implementação do ODS 6 da Agenda 2030, que propõe assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todas e todos.

Como instituição responsável pela implementação da Política Nacional de Recursos Hídricos no Brasil a Agência Nacional de Águas atua em diversas ações e estudos voltados à qualidade da água em cursos d’água de domínio federal (aqueles que atravessam mais de um estado da federação ou fazem fronteira entre países), como é o caso da Rede Nacional de Monitoramento de Qualidade da Água (RNQA).

Criada em 2013, a RNQA propõe a padronização dos dados coletados, dos procedimentos de coleta e da análise laboratorial dos parâmetros qualitativos para que seja possível comparar as informações obtidas nas diferentes unidades da Federação. Os parâmetros mínimos a serem coletados nos pontos de monitoramento envolvem aspectos físico-químicos (transparência, temperatura da água, oxigênio dissolvido, pH e Demanda Bioquímica de Oxigênio, por exemplo), microbiológicos (coliformes), biológicos (clorofila e fitoplâncton) e de nutrientes (relacionados a fósforo e nitrogênio).

Outra linha de atuação da ANA é o Programa de Estímulo à Divulgação de Dados de Qualidade de Água (QUALIÁGUA), que visa a promover a implementação da RNQA em escala nacional, por meio do estabelecimento de metas mínimas a serem cumpridas pelas unidades da Federação. Para 2018, quando o contrato completará seu primeiro ano de execução, o Programa prevê o repasse de R$ 418.000,00, mediante o cumprimento das metas pactuadas para o período.

Leia mais aqui.