ARSAL fiscaliza montagem de nova Estação de Gás Natural em Maceió

523

Técnicos da Gerência de Gás Natural da Agência Reguladora de Serviços Públicos de Alagoas (Arsal) fiscalizaram a montagem de uma Estação de Redução de Pressão (ERP) aterrada de gás natural, no bairro Tabuleiro do Martins, em Maceió. A obra faz parte do projeto da Algás para melhoria do sistema de distribuição na grande Maceió e deve ser finalizada até esta sexta-feira, 15 de dezembro.

Durante a fiscalização, que ocorreu nesta terça-feira (12), os técnicos inspecionaram detalhes do projeto, equipamentos e instrumentos que compõem a estação, procedimentos de montagem, cumprimento do cronograma apresentado pela concessionária e sinalização da obra.

As ERPs permitem controlar de modo contínuo a pressão do gás natural comercializado, garantindo segurança e continuidade do fornecimento. Com a conclusão da obra, serão 13 estações de redução de pressão em operação no Estado, interligadas ao sistema de distribuição do produto, sendo nove localizadas em Maceió, duas em Rio Largo, uma em Marechal Deodoro e uma em Penedo.

Em Alagoas, o serviço de distribuição de gás canalizado atende 9.454 unidades consumidoras, sendo 8.801 residenciais (condomínios, casas, edifícios), 583 estabelecimentos comerciais, 36 indústrias, 28 postos automotivos e seis unidades de cogeração, nos municípios de Maceió, Rio Largo, Santa Luzia do Norte, Pilar, Marechal Deodoro, Atalaia, Satuba e Penedo.

Para denúncias, reclamações ou sugestões, os usuários do gás natural podem ligar gratuitamente para a Ouvidoria da Arsal: 0800-284-0429, de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h; comparecer à sede da Agência (Rua Cincinato Pinto, Edf. Ipaseal, 226, Centro, Maceió); ou acessar a página eletrônica www.arsal.al.gov.br e clicar no banner “Ouvidoria Online”.