ADASA anuncia mudança na conta de água para quem consome menos, no DF

612

A conta de água do Distrito Federal vai deixar de vir com o mesmo preço para quem se enquadra na faixa de “consumo mínimo”, de até 10 m³ por mês. Em entrevista ao G1 e ao Bom Dia DF, o presidente da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa), Paulo Salles, disse nesta quinta-feira (12) que a intenção é incentivar a economia de água.

Atualmente, quem consome 1 m³ (ou mil litros) por mês paga o mesmo que alguém que consome 10 m³ mensais: R$ 29,50. Aproximadamente 46% dos clientes da Caesb se encaixam nesta faixa de consumo mínimo – o que corresponde a 292,8 mil imóveis.

De acordo com o presidente da Adasa, a decisão de rever a política de consumo mínimo é por perceber que não havia estímulo para que o grupo poupasse.

Em entrevista pela manhã, o presidente tinha anunciado que a medida já valeria até o fim do ano. Ao fim do dia, no entanto, a agência voltou atrás. Em nota, a Adasa disse que são os estudos sobre o assunto que devem ser concluídos até dezembro. No entanto, não deu prazo para quando a mudança vai passar a valer na prática.

Leia mais aqui.