Aviação civil brasileira volta a crescer

434

Depois de cair por 19 meses consecutivos, em março a demanda doméstica (em passageiros quilômetros pagos transportados, RPK) da aviação civil brasileira voltou a crescer. A expansão foi de 5,4% em comparação com o mesmo período de 2016, segundo balanço divulgado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), no último dia 5. A oferta também registrou crescimento, da ordem de 3,5% na mesma comparação, após 18 meses consecutivos de retração. A informação foi apresentada com destaque pela Confederação Nacional do Transporte (CNT).

É o Brasil em busca de informações positivas para injetar ânimo à economia nacional. O estudo da agência reguladora afirma que “a quantidade de passageiros transportados foi apurada em 7,4 milhões de passageiros pagos em voos domésticos em março, representando um aumento de 3,6% em relação a igual período do ano anterior”. No mesmo mês, foram transportadas 35.492 toneladas de carga paga e correio, o que representou aumento de 1,3% em relação ao mesmo mês do ano anterior, diz a mesma Anac.