Agepan realiza campanha alertando o uso responsável do cinto de segurança

727

Uma campanha sobre o uso consciente do cinto de segurança está sendo realizada no Mato Grosso do Sul, liderada pela Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos (Agepan), em parceria com o Governo do Estado, Procuradoria da República em Mato Grosso do Sul, Agência Nacional de Transportes Terrestres, Polícia Rodoviária Federal, Observatório Nacional de Segurança Viária e concessionária CCR MSVia. “Abrace essa ideia. #useocinto. A segurança de cada um depende de todos” é o mote da grande campanha.

A mensagem da campanha pelo uso do cinto de segurança alerta para a responsabilidade coletiva, e está sendo realizada junto aos passageiros que viajam de ônibus pelas estradas de Mato Grosso do Sul. A campanha reforça que nesse meio de transporte público o comportamento de cada pessoa faz a diferença não apenas para a própria segurança, mas para a dos outros usuários.

O projeto defende que ao decidir seguir as normas e manter o cinto afivelado durante todo o trajeto, o passageiro está garantindo que ele próprio e os demais viajantes sofram menos ferimentos e até sejam salvos de morrer em um acidente. E se, ao contrário, um passageiro descumprir a regra e não usar o cinto, ele coloca em risco a própria vida e a de quem viaja próximo a ele. Em uma comparação com o cenário atual de saúde pública e risco de doenças como a dengue, é como se cada cidadão tivesse que ficar atento e vigilante para que o vizinho também faça sua parte, e não coloque em risco a vida dos demais.

Cada um por todos

Milhares de pessoas perdem suas vidas no trânsito, e o uso desse importante item de segurança pode reduzir a estatística. Como em qualquer automóvel, em uma colisão de ônibus ou micro-ônibus um passageiro sem cinto é arremessado, e esse movimento coloca em risco a vida dos ocupantes.

Além de se ferir gravemente ao bater em objetos dentro do veículo, a projeção do corpo pode machucar seriamente ou provocar a morte de outra pessoa que esteja, por exemplo, no banco da frente.

 

Fonte: Agepan