Comissão de trabalho sobre arrecadação e regulação econômica é instalada na Arcon-PA

741

Foi instalado oficialmente na última quarta-feira, 18, em cerimônia interna na sede da Agência um Grupo Fixo de servidores para trabalhar o realinhamento dos fluxos administrativos, voltados à arrecadação dentro da Agência de Regulação e Controle dos Serviços Públicos do Estado do Pará (Arcon-PA).

O GP foi criado pela portaria n° 003/2017, publicado no último dia 4, no Diário Oficial do Estado, e foi instalado em cerimônia presidida pelo diretor geral da Arcon, Bruno Guedes. O momento teve a participação do diretor de Controle Financeiro e Tarifário, José Croelhas, e dos servidores efetivos que integram o grupo que são Carlos Alexandre Abati (presidente), Letícia Maria Vieira Cavalcante, Marcelo Cesar do Nascimento Ramos e Gerson Antônio José Lisboa.

O grupo vai buscar a racionalização dos procedimentos que amplie o controle e agilize respostas de demandas da Agência. Também vai trabalhar uma maior eficiência do sistema operacional, visando acompanhar melhor o desempenho econômico-financeiro dos operadores, assim como a própria sustentabilidade da Arcon, e como essas ações possam buscar desenvolvimento de estudos e trabalhos técnicos que tornem mais realistas as tarifas dos serviços outorgados pela Agência.

Entre outras demandas que o grupo passa a ter responsabilidade está a realização de estudos sobre outorga e eficiência dos serviços delegados, assim como deverá acompanhar a evolução da demanda dos serviços regulados, visando identificar e antecipar investimentos em sua expansão.

Segundo José Croelhas, trata-se de um momento histórico que passa a garantir robustez e suporte técnico à diretoria. “Esse grupo vai subsidiar à Diretoria de Controle Financeiro e Tarifário que essa diretoria cumpra com suas legais atribuições, focando na busca da necessária e inadiável melhoria dos serviços públicos oferecidos pela Agência”, complementou.

O diretor geral, Bruno Guedes, considera que a Arcon tem a estrutura e a expertise dos servidores, e que isso é de suma importância para o trabalho que será desenvolvido pelo grupo constituído. “Precisamos colocar essa estrutura na prática, o que vai possibilitar não só a melhoria do serviço, mas também a celeridade na informação entre Agência e o público dela”, finalizou.

Fonte: ARCON-PA