Arsal conclui avaliação de pesquisa para prevenção de vazamento do gás natural

777

A Gerência de Gás Natural da Agência Reguladora de Serviços Públicos de Alagoas (Arsal) concluiu a avaliação do Programa Anual de Pesquisa de Vazamentos realizado pela concessionária Gás de Alagoas S.A. (Algás), entre os dias 6 de setembro e 10 de outubro deste ano.

Durante os 23 dias da pesquisa, foram detectados seis vazamentos entre os 9.125 pontos críticos testados, em seis diferentes unidades consumidoras, todos eles de grau de risco baixo e sanados pela concessionária dentro do prazo determinado pela Agência Reguladora (uma hora).

Os vazamentos foram detectados em cerca de 6% das unidades consumidoras inspecionadas, assim distribuídas: um posto automotivo, quatro indústrias e uma Estação de Regulagem de Pressão (ERP).

pesquisa2

No período, os técnicos da Arsal fiscalizaram a execução dos procedimentos adotados pela concessionária para identificação e registro do local inspecionado, vistoriaram todos os pontos testados, validaram os resultados das medições das concentrações de gás existente e classificação do grau de risco dos vazamentos detectados, e monitoraram a eficiência dos reparos realizados.

A pesquisa anual foi instituída pelo órgão regulador com a finalidade de rastrear vazamentos em toda extensão da rede de distribuição de gás natural canalizado em Alagoas. Sua execução contribui para prevenir incidentes, minimizar riscos e garantir a qualidade e continuidade do fornecimento do produto.

Este ano, o levantamento englobou 99 pontos de entrega, sendo 40 unidades consumidoras dos segmentos residenciais e comerciais, previamente definidas pela Arsal, 28 postos automotivos de Gás Natural Veicular (GNV), 15 indústrias, uma base de compressão, uma unidade de cogeração e 15 estações do sistema de distribuição de gás,  localizados nos municípios de Maceió, Atalaia, Marechal Deodoro, Penedo, Pilar, Satuba, Santa Luzia do Norte e Rio Largo.

O sistema de distribuição de gás natural canalizado em Alagoas atende 9.141 unidades consumidoras, sendo 8.515 unidades residenciais, 560 estabelecimentos comerciais, 30 indústrias, cinco unidades de cogeração e 31 postos automotivos. São comercializados aproximadamente 600 mil m3 por dia de gás natural.

Fonte: Ascom/Arsal

Imagens: Divulgação Ascom/Arsal