Assemae recebe inscrições para o 2º Congresso de Saneamento do Nordeste

867

Com o objetivo de debater o protagonismo dos municípios na gestão dos sistemas de saneamento básico, a Assemae realiza de 30 de novembro a 02 de dezembro, em Teresina (PI), o 2º Congresso de Saneamento do Nordeste. O evento será marcado por painéis, apresentações de experiências exitosas e feira de tecnologias para o setor. As inscrições são gratuitas e estão abertas pelo site da Assemae (clique aqui).

O congresso reunirá aproximadamente 400 participantes, entre gestores públicos, técnicos, pesquisadores, lideranças do Governo Federal, organizações não governamentais e militantes do saneamento básico. Os painéis contarão com especialistas da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Ministério das Cidades, Ministério do Meio Ambiente, Banco do Nordeste, Caixa Econômica Federal, além de representantes de universidades da região, agências de regulação, serviços municipais de saneamento e de entidades do setor.

Segundo o presidente da Assemae, Aparecido Hojaij, a associação decidiu realizar o encontro no Nordeste por entender a importância de procurar soluções para garantir o avanço do saneamento básico na região.  “Com este evento, a Assemae espera fortalecer as políticas públicas locais e mostrar ao povo nordestino que os municípios estão preparados para gerenciar sistemas de saneamento eficientes e sustentáveis”, acrescentou.

A Assemae preparou uma grade de programação que contempla os principais desafios do saneamento básico no Nordeste, incluindo temas como as novas tecnologias, estratégias sanitárias para superar as doenças provocadas pelo mosquito Aedes aegypti, implementação dos Planos Municipais de Saneamento Básico, controle social, acesso a recursos federais, responsabilidade dos municípios na Política Nacional de Resíduos Sólidos, regulação dos serviços e criação de autarquias de saneamento.

Outro atrativo do evento será a apresentação de experiências de saneamento que deram certo em municípios do Nordeste. Este painel mostrará ao público o protagonismo do ente municipal na gestão do saneamento básico, incentivando a troca de informação e o desenvolvimento dos serviços públicos do setor, a partir da qualidade, controle social e equilíbrio econômico. A feira de saneamento realizada no congresso também promete atrair a atenção dos participantes, que poderão conhecer e interagir com fornecedores de tecnologias em produtos, equipamentos e processos.

Saneamento no Nordeste

O Nordeste ainda apresenta uma grave situação de falta de saneamento básico, sobretudo, na vertente de esgotamento sanitário. Enquanto quase 90% da população urbana têm acesso a redes de abastecimento de água, apenas 31,4% dos esgotos gerados na região são tratados de forma adequada.

De acordo com o Instituto Nacional do Semiárido (Insa), das 14 milhões de pessoas que moram nas áreas urbanas dos 1.135 municípios do Semiárido brasileiro, cerca de dez milhões (71%) não são beneficiadas com coleta de esgoto sanitário, destinando os dejetos gerados em fossas, sumidouros, valas abertas ou diretamente nos rios.

Serviço

O que: 2º Congresso de Saneamento do Nordeste

Quando: 30 de novembro a 02 de dezembro de 2016

Onde: Teresina – PI

Inscrição gratuitas: clique aqui para fazer a sua.

Acesse a programação provisória aqui. 

 

Fonte: Assemae

Imagem: Divulgação/Assemae

 

assemae